Em parceria, Undime e Ministério Público de Santa Catarina lançam formulário Busca Ativa para prevenir a evasão escolar na pandemia

Iniciativa pioneira no país é apresentada aos dirigentes Municipais de Educação em webconferência

Devido à limitações de estudantes em acompanhar o ensino não presencial e manter a aprendizagem regular durante o período de isolamento social pela Covid-19, o Ministério Público desenvolveu, por meio do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CIJ) e, em parceria com a Undime-SC, o formulário Busca Ativa lançado nesta sexta-feira, 3, em transmissão on-line direcionada aos dirigentes Municipais de Educação de Santa Catarina (DMEs), com intuito de auxiliar as escolas no combate à evasão escolar.

A apresentação levou, a conhecimento dos gestores, as funcionalidades da ferramenta e suas contribuições ao sistema de ensino municipal, na compreensão do cenário, realidade enfrentada pelos estudantes e atuação junto as famílias. Com o diagnóstico é possível identificar as necessidades e elaborar ações que mantenham o vínculo do aluno com a escola. A ideia é que a busca seja realizada quando o estudante não apresentar a atividade proposta em até sete dias úteis após a data estabelecida pela unidade de ensino.

O documento já foi enviado aos DMEs que, por sua vez, encaminharão as escolas do município, responsáveis pelo preenchimento do formulário. A coleta de dados servirá de subsídios para auxiliar as unidades nas intervenções necessárias, visando a efetividade do cumprimento das atividades não presenciais, durante a pandemia, e posteriormente.

Para a presidente da Undime-SC, Patrícia Lueders (DME de Blumenau), a parceria resultou num ganho significativo pra educação catarinense. De forma on-line, diretores e equipes pedagógicas conseguem mapear casos e obter uma visão territorial da situação, a fim de contribuir no planejamento de ações emergenciais. “Ficamos muito satisfeitos com essa atuação conjunta entre Undime e Ministério Público. Nosso olhar municipal permitiu a elaboração de um formulário que atenda a todos, com dados unificados de Santa Catarina”, explica.

De acordo com o MPSC, cabe ressaltar que, o instrumento e registro pertencem à escola. A medida que o caso identificado ultrapasse a esfera de atuação, a unidade tem o dever de acionar os órgãos da rede de proteção que irão elaborar um atendimento específico.

Clique aqui para ter acesso as orientações de preenchimento do formulário Busca Ativa.

 

Undime-SC