Projeto de Sustentabilidade ensina crianças a separar o lixo reciclável

As crianças que frequentam o Centro de Educação Infantil (CEI) Frei Silvério Weber, no bairro Testo Salto, em Blumenau, estão aprendendo na prática a cuidar do meio ambiente. Desde o ano passado, a unidade colocou em prática o projeto de Sustentabilidade, que consiste na arrecadação, separação e reciclagem dos resíduos.

A iniciativa envolve também as famílias, que separam e levam para o CEI os resíduos que geram em casa. Os recicláveis são armazenados num depósito construído, especialmente, para esse fim. Uma vez por semana, uma das turmas da Creche III ao Pré fica responsável por separar o material nos latões de vidro, plástico, papel e metal.

De luvas na mão, Tauany Eloisy Zanini dos Santos, de 4 anos, explicou a importância de cuidar do meio ambiente, enquanto ajudava os colegas na separação. “Se não cuidarmos do planeta, ele será destruído”. Outro colega, Davi Brandalizze Grimm, da mesma idade, completou: “não podemos desperdiçar, nem sujar o planeta”.

A sustentabilidade é um conceito que permeia todas as práticas da unidade. No parque, os baldes de brinquedo que estragaram foram substituídos por potes plásticos. Pneus foram reaproveitados para criar espaços de brincadeiras e atividades sensoriais. Caixas de leite serviram como peças de um painel, que os professores utilizam para trabalhar o auto-reconhecimento com os bebês.

“Aquilo que podemos reaproveitar, fica no CEI. O que não utilizamos, vendemos para uma empresa de reciclagem e os recursos são utilizados na aquisição de material pedagógico”, explica a diretora Sandra Marisa da Silva de Lima. Todo o processo é acompanhado pelas crianças, que verificam a pesagem do lixo que é vendido e ajudam a escolher jogos, brinquedos e outros recursos didáticos a serem adquiridos com o dinheiro recebido.

Segundo a diretora, em torno de 140 crianças de 3 a 5 anos participam diretamente do projeto. Mas, a ação envolve toda a unidade, com o engajamento das famílias na separação do lixo e na conscientização ambiental.

 

Por Bruna Carvalho - com a contribuição da SME de Blumenau
Undime-SC