Resolução do Conselho Estadual de Educação orientará ações do Comitê de Retomada das Aulas Presenciais

O Conselho Estadual de Educação (CEE-SC) assinou nesta quarta-feira, 24, a Resolução CEE/SC 049/2020, que abre a possibilidade de manter as atividades escolares não presenciais até o dia 31 de dezembro de 2020 na rede pública e particular de Santa Catarina, de forma excepcional, podendo haver alteração de acordo com as orientações das autoridades estaduais e sanitárias.

O objetivo da resolução, conforme o presidente do Conselho, Osvaldir Ramos, é garantir a segurança necessária para a oferta do ensino remoto no período da pandemia de Covid-19. A medida já era prevista no artigo 2º da resolução 009/2020 do CEE-SC, sendo agora estendida para um prazo maior.

O documento também autoriza o sistema híbrido de ensino, combinando atividades presenciais e não presenciais. O CEE-SC faculta às instituições ou redes de ensino a possibilidade de oferecer o ensino remoto de forma combinada com o ensino presencial, de acordo com as condições de cada estabelecimento de ensino e respeitando os protocolos recomendados pelas autoridades de saúde ou órgãos oficiais.

Protocolos de retorno serão definidos em conjunto

A Undime Santa Catarina integra o Comitê de Retomada das Aulas Presenciais, juntamente com outras 14 entidades, que tem estudado as possibilidades para estabelecer um planejamento realista a nível estadual.

Conforme a colocação da presidente da Undime-SC, Patrícia Lueders, durante a reunião do Comitê, ouvir as famílias é essencial na construção de uma base consensual fortalecida. “Precisamos colocar em pauta o ensino híbrido, assim como novos investimentos e financiamentos, que serão necessários para uma retomada tranquila”. Essas e outras ponderações vêm sendo discutidas pelo grupo criado para traçar estratégias e planejar, em conjunto, a construção de um protocolo mínimo, que orientará gestores, professores e alunos, no retorno das atividades presencias no Estado.

O primeiro encontro ocorreu na última sexta-feira, 19, quando definiram subgrupos para atuar em áreas específicas, como: Transporte Escolar, Alimentação, Ações Pedagógicas, Medidas Sanitárias, entre outras, a fim de contribuir na construção do documento que norteará a educação catarinense na retomada das aulas presenciais.

No próximo encontro, previsto para acontecer no dia 30 de junho, cada grupo terá que apresentar um cronograma com propostas de ações. Essas serão alinhadas, e irão integrar o planejamento que servirá de base para as redes municipal, estadual e privada de ensino, após a devida liberação dos órgãos de Saúde.

Fonte: CEE/SC com adaptações Undime-SC