Sistema de reserva técnica de livros didáticos estará aberto para as escolas a partir do dia 24 de junho

Materiais serão distribuídos após a reabertura das escolas

Foto: FNDE.

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado ao Ministério da Educação, alterou o prazo para que as escolas solicitem livros didáticos extras no sistema de reserva técnica. Mantida pelo FNDE, essa reserva serve para auxiliar as escolas que não conseguiram suprir a demanda mesmo com o remanejamento dos livros. Nesses casos, gestores escolares devem acessar o sistema para fazer seus pedidos.

Inicialmente, o sistema foi aberto para que as secretarias de educação avaliassem as demandas de livros que não foram atendidas no remanejamento entre escolas. Os representantes das secretarias de educação dos estados e municípios já validaram os pedidos, que foram automaticamente migrados para a ferramenta de reserva técnica.

A partir do dia 24 de junho, as escolas terão acesso ao sistema para fazer novos pedidos. O novo prazo vai de 24 de junho a 1º de julho. Por fim, de 24 de junho a 3 de julho, o sistema estará aberto para as secretarias de educação validarem essas novas demandas das escolas e registrarem seus próprios pedidos, observando o limite de até 3% que cada rede e escola federal tem direito.

Veja o informe com as novas datas.

Para auxiliar escolas e redes de ensino, o FNDE ainda disponibilizou em seu Portal Eletrônico um manual sobre como acessar o sistema de reserva técnica para fazer pedidos de livros e validação de demandas.

Fonte: FNDE
https://bit.ly/2YtIvxL