Undime-SC promove Formação Presencial do Mais Alfabetização na capital

Cerca de 163 municípios participam do programa em Santa Catarina, num total de 1363 escolas da rede municipal.

Buscando instruir os coordenadores municipais sobre as ações do Programa Mais Alfabetização (PMALFA), a Undime Santa Catarina organizou nesta terça-feira, 7, a primeira formação presencial do programa, destinada as redes municipais de ensino do Estado. O encontro foi ministrado pelas coordenadoras estaduais, Bruna Carvalho Madeira (Undime-SC), Patrícia Simas Pinheiro (SED) e pela Secretária Executiva Undime-SC, Luana Costa de Córdova, no Centro de Educação Continuada (CEC), da Prefeitura de Florianópolis.

A formação trouxe a oportunidade de reunir profissionais da área educacional, responsáveis pelo PMALFA em cada região, demostrando como cada coordenador deverá orientar os atores do programa nas unidades de ensino, além de sanar dúvidas recorrentes ao sistema de monitoramento.

Para a coordenadora do município de Tigrinhos, Márcia Adriane de Oliveira, o formato presencial do evento foi fundamental para conseguir entender as funcionalidades da plataforma. “Ficamos muito felizes com o convite, porque é uma outra realidade este contato direto com as pessoas que vêm nos auxiliando, podendo esclarecer dúvidas em tempo real e aprender na prática. Parabenizamos a Undime, que disponibilizou esse treinamento para estar nos capacitando, pois nos ajudou muito e, com certeza, agora o trabalho irá fluir bem mais em nosso município”, comenta Márcia.

Através da aplicação de cadernos de testes, direcionados as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, disponíveis na plataforma de monitoramento aos municípios que aderiram ao programa, cada unidade de ensino poderá fazer uma análise aprofundada dos níveis de conhecimento dos estudantes e, assim planejar novas ações e/ ou replanejá-las de acordo com as necessidades identificadas. O objetivo, com isso, é fortalecer e apoiar as escolas no processo de alfabetização dos estudantes de 1º e 2º ano ensino fundamental, possibilitando uma visão geral da realidade de ensino local (rede, escola, turma, estudante). 

Sobre o PMALFA

O Programa Mais Alfabetização foi instituído por meio da Portaria MEC nº 142, de 22 de fevereiro de 2018, é uma estratégia do Ministério da Educação – MEC, que visa fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo de
alfabetização dos estudantes regularmente matriculados no 1º ano e no 2º ano do ensino fundamental.

O Mais Alfabetização fundamenta-se na Lei de Diretrizes e Bases da Educação acional – LDB, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que determina o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno
domínio da leitura, da escrita e do cálculo.

O Programa dispõe de bases no reconhecimento de que os estudantes aprendem em ritmos e tempos singulares e necessitam de acompanhamento diferenciado para superarem os desafios do processo de alfabetização, garantindo a equidade na aprendizagem. O Programa entende que a alfabetização constitui o alicerce para a aquisição de outros conhecimentos escolares e para a busca de conhecimento autônomo, reconhecendo, fundamentalmente, que o professor alfabetizador tem papel fundamental nesse complexo processo.

 

Undime-SC com dados do MEC