Encontro com a Undime/SC debate prevenção e segurança nas escolas

Em webinar nesta quinta (10), municípios de Florianópolis, Pomerode e Tubarão apresentaram suas experiências sobre o tema.

Presidente da Undime/SC na abertura do evento.

Abordando segurança e prevenção nas escolas, o segundo webinar do ciclo de eventos “Encontro com a Undime/SC” foi realizado virtualmente nesta quinta-feira (10/6), por meio da plataforma de videoconferência Zoom. Mediado pela Dirigente Municipal de Educação de Blumenau/SC e presidente da Undime/SC e Região Sul, Patricia Lueders, o evento contou com as falas dos Dirigentes Municipais de Educação (DME) de Florianópolis, Pomerode e Tubarão, que apresentaram as experiências dos municípios sobre o tema.

Na abertura do encontro, a presidente da Undime/SC, Patricia Lueders, manifestou solidariedade aos municípios catarinenses que têm sofrido com as fortes chuvas que atingiram o estado nos últimos dias. “Neste momento, a gente precisa de um do outro. A Undime/SC manifesta todo seu carinho e solidariedade aos municípios que tiveram suas aulas interrompidas por intempéries da natureza, especialmente ao município de Canelinha”, considerou Luders.

Em seguida, a presidente da Undime/SC ressaltou a importância da participação nos encontros, que têm como objetivo a socialização de experiências. “A participação é fundamental para que a gente possa implementar novas práticas e ampliar nossa perspectiva junto às nossas equipes. Nos nossos encontros, estaremos sempre mudando o formato e as temáticas com o objetivo de proporcionar aprendizados que possam ser aplicados tanto por municípios grandes quanto por municípios pequenos”, acrescentou.

Experiências locais: do micro ao macro

DME de Florianópolis, Maurício Pereira.

“Prevenir é educar”. Esse é o conceito que, conforme relatou o Dirigente Municipal de Educação de Florianópolis, Maurício Fernandes Pereira, a capital catarinense vem aplicando para garantir a segurança nas escolas. “Em Florianópolis, a gente tem intensificado muito esse conceito de educar para salvar; prevenir é educar. Nós temos toda uma equipe na Secretaria Municipal de Educação que cuida dessa temática”, afirmou Pereira. Em sua fala, o DME de Florianópolis enfatizou a importância de se pensar a segurança para além de cursos teóricos de formação às equipes de educação ou de vigilantes nas escolas. “A nossa fala aqui não é sobre segurança num contexto micro. Eu entendo segurança na escola no contexto macro, no contexto da educação”, completou.

Nesse sentido, Pereira citou programas implementados pelo município de Florianópolis que têm como objetivo a garantia da segurança nas escolas por meio da prevenção. Além das iniciativas que ensinam práticas de primeiros-socorros aos docentes e alunos e de uma formação específica sobre a atuação da Defesa Civil, as escolas da capital também contam com os programas Bombeiro Mirim e Vigilante Mirim, que incentivam a cultura de prevenção na comunidade escolar. Também são iniciativas do município os programas Escola Segura, ação que objetiva proporcionar maior eficiência às atividades de emergência, evasão e pânico nas escolas, e Escola do Mar, que realiza atividades que contribuem para a sustentabilidade no município.

Além dos projetos que incentivam a cultura da prevenção, as escolas florianopolitanas contam também com um circuito fechado de câmeras de segurança, viaturas e uma Guarda Escolar, realizada pela Guarda Municipal de Florianópolis. Um grupo de conversa reunindo diretores e guardas possibilita também a comunicação rápida e eficiente entre as escolas. “Não é o vigia na escola, é todo um aparato de segurança. Ainda, mais do que um curso, é preciso ter uma experiência prática”, concluiu o DME de Florianópolis.

DME de Pomerode, Jorge Buerger.

A fala do Dirigente Municipal de Educação de Pomerode, Jorge Luiz Buerger, trouxe uma experiência diferente da apresentada por um município grande como Florianópolis. Com pouco mais de 34 mil habitantes, o DME relata que “Pomerode tem o privilégio de ter a segurança um pouco mais assegurada. Aqui é uma cidade bucólica em que as pessoas se conhecem melhor”, afirmou Buerger. Para a comunidade, a escola representa “um lugar privilegiado de disseminação do ensino da segurança”, destacou o DME de Pomerode. Nesse sentido, o município conta com forte atuação das Associações de Pais e Professores (APPs) e do Conselho Escolar.

Além disso, conforme colocou Buerger, a gestão da Secretaria Municipal de Educação está sempre atenta à garantia da segurança de docentes e educandos na construção das unidades escolares. “Nas construções das unidades escolares, a gente prevê também a segurança dos alunos e docentes. Nós existimos para fazer a educação, e parte da educação é cuidar”, considerou.

Para o Dirigente Municipal de Educação de Tubarão, Mauricio da Silva, é importante nunca negligenciar os mecanismos de prevenção. “Ninguém deve se sentir seguro em lugar nenhum, porque relaxamos com relação à prevenção e ficamos mais vulneráveis. Temos que estar sempre prevenidos e sempre alertas também”, enfatizou. Como as escolas estão inseridas na comunidade, Silva afirma que estas são reflexo da comunidade, e é por isso que olhar para além das salas de aula se torna essencial.

DME de Tubarão, Mauricio da Silva.

Com a criação do Conselho Municipal de Segurança e o Gabinete de Gestão Integrado de Segurança, o DME relatou que Tubarão tornou-se a terceira cidade mais segura de Santa Catarina. “As nossas escolas têm o que praticamente todas têm, como sistema de câmeras e outras ferramentas de segurança. Mas quero chamar a atenção para a nossa prática de segurança colegiada, que conta com parcerias com as polícias”, destacou. Ainda, o DME trouxe a experiência da criação de uma rede de proteção pelo município para contribuir com a saúde mental dos estudantes neste período de pandemia.

Durante o encontro, os participantes relembraram a tragédia que atingiu o município de Saudades no último mês e prestaram sua solidariedade às famílias. À época, a Undime/SC emitiu uma nota de solidariedade a todos os munícipes atingidos pela tragédia e à Dirigente Municipal de Educação de Saudade/SC. Acesse aqui a nota na íntegra.

Encontro com a Undime/SC

Toda quinta-feira, a cada 15 dias, a Undime/SC promoverá webinários e formações sobre diferentes temáticas. Nossos próximos encontros serão nos dias 24 de junho, 8 de julho e 22 de julho. Todas as transmissões serão disponibilizadas na íntegra aos municípios associados. Acompanhe nosso grupo de WhatsApp e e-mail para as informações completas de cada evento.

Fonte: Undime/SC

Compartilhe: