Formação traz direcionamentos sobre a construção de planos de ação para a gestão escolar

Terceiro webinar do percurso formativo sobre gestão democrática pautou o processo de elaboração do plano de ação, contemplando suas dimensões e indicadores que um projeto de gestão alinhado à realidade local precisa observar. Encontro de encerramento será no dia 23 de junho

Além de retomar conceitos sobre competências do gestor escolar, o terceiro momento do percurso formativo sobre gestão democrática trouxe uma abordagem aprofundada sobre planos de ação para a gestão escolar, contemplando a elaboração de diagnósticos a partir de dimensões e indicadores. Transmitido ao vivo pelo canal no YouTube da seccional catarinense nesta quinta-feira (09/6), o terceiro webinar da ‘Formação Gestão Democrática’ integra a programação do ciclo de formações online ‘Encontro com a Undime/SC’.

Em sua fala de abertura, ao introduzir a temática do encontro, a presidente da Undime/SC e Região Sul, Patrícia Lueders, dirigente municipal de Educação de Blumenau/SC, destacou a importância do olhar voltado para a realidade da comunidade escolar e seu entorno. “A Undime de Santa Catarina apresenta propostas com o objetivo de inspirar os municípios e gestores no processo de elaboração de seus próprios documentos. Hoje, abordaremos uma proposta de plano de ação que não se aplica somente a possíveis candidatos, mas, também, aos gestores atuais, porque o trabalho é contínuo”. Lueders complementa que o monitoramento e avaliação do plano de ação são estratégias essenciais à gestão escolar.

Planejando as ações

“Quais as funções esperadas do profissional que vai exercer a gestão escolar?”. Partindo dessa indagação, a assessora pedagógica da Undime/SC, Sônia Fachini, fez um apanhado dos assuntos abordados no segundo encontro, tais como competências do gestor e a Base Nacional de Competências do Diretor Escolar. Na sequência, deu início à explanação do terceiro momento, que apontou caminhos para a elaboração do plano de ação, um dos componentes estruturais do plano de gestão.

Fachini explica que o plano de gestão é um instrumento pautado no Projeto Político-Pedagógico (PPP) da escola, na Proposta Curricular do Município e na legislação vigente que representa o compromisso da gestão com a escola e a Secretaria Municipal de Educação. “É um documento com metas e estratégias para que todos os que integram a rede de ensino possam atuar em consonância, da gestão ao chão da escola. Falamos de uma rede, portanto, as partes devem estar trabalhando em conjunto. A partir desse planejamento, que precisa ser elaborado por todos os candidatos à direção escolar, é possível efetivar o que foi conclamado para a melhoria da qualidade educacional no nosso município”.

Na sequência, a assessora da Undime/SC elencou as estruturas básicas do plano de gestão escolar, tais como: diagnóstico da escola, plano de ação e avaliação do plano. Ela salienta que esta é uma proposta que observou ser recorrente em diversos municípios, mas que, nem por isso, seria engessada. “Essa estrutura não é um modelo engessado, trazemos o que encontramos como uma possibilidade para a elaboração dos planos de gestão escolar. Pode ter acréscimo de outros tópicos ou exclusão de algum item que não seja tão relevante para a unidade escolar. Por isso, é importante que o município tenha um documento de orientação para a construção desses planos”.

Para a definição de metas neste documento, Fachini salienta que é essencial que o diretor escolar conheça a realidade da escola por meio de um diagnóstico das dimensões que o plano de ação deve contemplar – socioeconômica, pedagógica, administrativa, financeira e física -, e aponta indicadores que podem ser observados em cada uma delas. A partir desse apanhado, a assessora da Undime/SC aponta que é possível realizar uma avaliação qualitativa e aplicar à análise SWOT (Strenghts, Weaknesses, Opportunities e Threats, que significam Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças, respectivamente). “As forças e fraquezas referem-se a aspectos internos da unidade escolar que precisam ter o olhar mais apurado. As oportunidades e ameaças são sobre o que está no entorno, na comunidade”, explica.

Acesse os materiais apresentados durante a formação.

Certificação

Para receber o certificado, o participante deverá estar online nos quatro momentos da formação. Neste terceiro, será considerado quem estiver no ao vivo ou que tenha assistido até às 23h59 do dia 9 de junho.

É necessário, ainda, preencher uma avaliação com questões sobre a formação e obter aproveitamento de 70% ao final do percurso formativo. A certificação será fornecida apenas para municípios filiados à Undime/SC.

Próximos encontros

O encontro de encerramento da formação dará continuidade à abordagem acerca das competências do gestor escolar e tratará da temática ‘gestão do tempo’ e proporcionará um momento de avaliação da formação pelos participantes. Confira os detalhes abaixo:

MOMENTO 4

23 de junho, 14h às 15h30

Competências do Gestor
Gestão do Tempo
Feedbacks

Fonte: Undime/SC

 

Compartilhe: