Pacto Pela Alfabetização, subgrupo de trabalho coordenado pela Undime/SC, realiza primeira reunião nesta quarta

SubGT integra Comitê Estratégico de Monitoramento dos Planos de Educação e objetiva estudar a construção de um pacto estadual pela alfabetização e pela garantia de aprendizagem.

A primeira reunião do Pacto Pela Alfabetização, subgrupo de trabalho do Comitê Estratégico de Monitoramento dos Planos de Educação criado com o objetivo de estudar a construção de um pacto estadual pela alfabetização e pela garantia de aprendizagem, foi realizada nesta quarta-feira (9/6) de forma virtual. Além das boas-vindas aos integrantes do grupo, durante o encontro foi apresentado um panorama da alfabetização no país e definidos encaminhamentos.

Em sua fala de abertura, a presidente da Undime/SC, Patricia Lueders, realçou a importância da articulação do subgrupo de trabalho para a implementação de um plano estadual de alfabetização. “A alfabetização é uma temática central para a Undime/SC, especialmente neste momento de crescimento da evasão escolar em função da pandemia de Covid-19. Isso é algo que muito nos preocupa e esse grupo é essencial para que possamos pensar num pacto pela alfabetização enquanto estado de Santa Catarina. Quando falamos sobre alfabetização, precisamos pensar de maneira ampla. A Undime/SC já tem traçado algumas metas e possibilidades, e nosso objetivo é repassá-las aqui hoje”, finalizou Lueders.

Trazendo um retrospecto dos marcos legais e históricos do país acerca da alfabetização, a assessora da Undime/SC, Sônia Fachini, destacou que o objetivo do Pacto Pela Alfabetização é “garantir o direito de alfabetização para crianças nos dois primeiros anos do ensino fundamental e para jovens, adultos e idosos não alfabetizados”. Para alcançá-lo, Fachini ressaltou a importância do regime de colaboração articulado pelos órgãos de controle e a educação, além da elaboração de estratégias a nível estadual. “Precisamos pensar estratégias para concretização das metas dos Planos de Educação, especialmente da alfabetização na idade certa e formação integral das crianças. Um pacto uníssono para as redes educacionais catarinenses”, concluiu.

Além da presidente da Undime/SC, Patricia Lueders, e da assessora da Undime/SC, Sônia Fachini, participaram do primeiro encontro do Pacto Pela Alfabetização representantes da Secretaria de Estado da Educação (SED), da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME) e do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).

Compartilhe: