Colonização de Santa Catarina é tema de prática pedagógica no CEI Santo Antônio, em São José

A atividade faz parte da 4ª Semana Cultural de São José e foi destinada aos alunos da Educação Infantil, tendo como objetivo estimular a criatividade associada ao conhecimento das culturas colonizadoras do Estado.

Com o olhar voltado ao impacto que a interdisciplinaridade gera no aluno, o Centro de Educação Infantil Santo Antônio, localizado em São José, escolheu como tema a “Colonização de Santa Catarina”. O objetivo da atividade foi fazer com que as crianças sejam capazes de atribuir um sentido prático aos conhecimentos a elas ensinados.

Cada turma elegeu uma cultura e as crianças transitaram entre as delícias portuguesas, o colorido artesanato indígena, as belezas da arte africana, a delicadeza da cultura japonesa, a alegria italiana e a ordem da rotina alemã.

Cerca de 49 educadoras da instituição de ensino contaram para suas turmas as histórias de cada país escolhido, relatando costumes, localização, bandeiras, músicas, trajes, e comidas típicas, entre outras características de cada povo. Para enriquecer mais ainda as experiências realizaram apresentações, cantando, contando histórias e dançando.

Além disso, todos se deliciaram com a culinária das nações escolhidas, principalmente aqueles que puderam montar as cornucópias da culinária portuguesa e se lambuzar com a polenta com galinha da tradição italiana, entre outras iguarias.

A diretora Fernanda Lopes Kretzer fala com entusiasmo do envolvimento das 249 crianças no processo que culmina com a Semana Cultural, realizada todos os anos em setembro. “Tivemos o comprometimento de todos os profissionais, das crianças e também das famílias, que participaram significativamente das produções e pesquisas. Na nossa parada pedagógica concluímos de forma positiva o nosso trabalho, sendo que surgiram outras sugestões para o próximo ano, para que possamos aperfeiçoar cada vez mais a nossas vivências e aprendizagens”.

A dirigente Municipal de Educação, Lilian Sandin Boeing, explica que ao experienciar diversas vivencias, a criança terá uma aprendizagem capaz de contribuir para o desenvolvimento das funções sociais e cognitivas. “A Educação Infantil está cumprindo seu papel de criar oportunidades para que a criança amplie seu olhar, sobre si e sobre o outro, oportunizando recursos pelos quais elas se comunicam e se expressam”.

Fonte: UndimeSC, com colaboração da SME de São José.
Fotos: Divulgação, CPE-SME/PMSJ.