Participe da Consulta Pública para construção do Currículo do Território Catarinense

Atualizado dia 05/09/18

Professores(as), gestores(as), alunos (as), toda a comunidade escolar e a sociedade em geral poderão contribuir sugerindo melhorias, construindo o currículo Catarinense.  

Com a homologação da Base Nacional Comum Curricular – BNCC da Educação Infantil e Ensino Fundamental, em 20 de dezembro de 2017, iniciaram-se varias etapas de estudos, discussões e seminário que culminou no documento Base da Base Nacional Comum Curricular – BNCC.

Após a homologação, o primeiro exercício de construção do Currículo do Território Catarinense foi elaborado por profissionais da SED e UNDIME/SC, selecionados como redatores do Ministério da Educação – MEC, tendo como referência o documento da Base Nacional Comum Curricular – BNCC e as Propostas Curriculares das redes municipais e estadual de Santa Catarina.

Entendendo-se que passado o período de estruturação do regime de colaboração e o processo inicial de um primeiro exercício de elaboração sobre o currículo catarinense, fez-se necessária a ampliação desta discussão envolvendo outros profissionais da educação para que estes pudessem contribuir, avaliar e qualificar a proposição curricular inicial.

Pequeno histórico do processo de elaboração:

De 2/07 a 09/07 foi o período para as Gerências Regionais de Educação, Coordenadoria Regional de Educação da Grande Florianópolis, Instituto Estadual de Educação ou Secretarias Municipais de Educação realizarem a sistematização das contribuições das escolas;

Dia 10/07 foi a data de postagem do documento sistematizado no Google Forms pelas Gerências Regionais de Educação, Coordenadoria Regional de Educação da Grande Florianópolis, Instituto Estadual de Educação e Secretarias Municipais de Educação;

De 11/07 a 17/07 foi realizada a análise das contribuições pelos Redatores e Coordenadores de Etapa da BNCC Educação Infantil e Ensino Fundamental.

Após a sistematização das contribuições, os Redatores e Coordenadores de Etapa formularam a Versão (1) do Currículo Base do Território Catarinense, sendo o documento referência a ser postado, nos links abaixo – Consulta Pública que ficará disponibilizada no período de 16 de agosto a 16 de setembro de 2018.

 

EDUCAÇÃO INFANTIL:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/consultapublica/consulta-publica/responder/470

ARTE:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/consultapublica/consulta-publica/responder/432

CIÊNCIAS:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/consultapublica/consulta-publica/responder/453

EDUCAÇÃO FÍSICA:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/consultapublica/consulta-publica/responder/455

GEOGRAFIA:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/consultapublica/consulta-publica/responder/435

HISTÓRIA:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/consultapublica/consulta-publica/responder/434

LÍNGUA PORTUGUESA:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/consultapublica/consulta-publica/responder/433

MATEMÁTICA:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/consultapublica/consulta-publica/responder/413

LÍNGUA INGLESA:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/consultapublica/consulta-publica/responder/456

 

1- Quem pode contribuir?

Todo(as) Especialmente: Gestores escolares; Professores das  redes públicas de ensino e das escolas privadas; Professores das Instituições de Ensino Superior (IES) dos Cursos de Licenciatura;   Técnicos das Secretarias Municipais e Estadual de Educação; Técnicos das Gerências Regionais; Secretários(as) de  Educação, Conselhos Municipais de Educação, Conselheiros do Conselho Estadual de Educação (CEE)  e da  União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME); Familiares de estudantes em idade escolar.

2- Devo contribuir para todos os componentes curriculares?

Não é obrigatório! A consulta é opcional e é possível contribuir apenas com o componente.

3- Tenho que contribuir para todos os anos?

Não é obrigatório! A consulta é opcional e é possível contribuir apenas com o ano.

4- É preciso fazer cadastro?

Sim! O cadastro é rápido e simples. Quando clicar em algum dos links abaixo, aparecerá um campo escrito “Cadastro”. Lá você deixa alguns dados bem básicos, como “Nome”, “E-mail”, “Senha”, “CPF”, dentre outros. 

5- Posso compartilhar esse material com meus amigos(as), familiares e colegas de trabalho?

Sim! Quanto mais gente tiver contato e contribuir para a consulta pública do nosso Estado, mais amplo, democrático e plural o documento final será.

 

Confira o tutorial completo aqui.

 

Undime-SC