Primeira Mostra Catarinense de Desenhos Infantis tem o trabalho infantil como temática

A Mostra é resultado do concurso “Criança não trabalha: lugar de criança é na escola”, que foi realizado com alunos da rede pública de ensino de SC em 2018, a iniciativa propôs uma reflexão sobre os impactos dessa prática na sociedade e estimula os cidadãos a debaterem sobre a temática.

Inicialmente, o concurso foi realizado pela AMATRA12 – Associação dos Magistrados do Trabalho da 12ª Região e o Programa de Combate ao Trabalho Infantil da Justiça do Trabalho, e agora está em exposição por todo o Estado através de uma iniciativa do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem em Santa Catarina, em parceria com a Comissão de Defesa dos Direitos da Criança da Assembleia Legislativa do Estado – Alesc, responsável pela montagem do evento.

De acordo com a AMATRA12, cerca de 12 municípios catarinenses participaram do concurso, sendo os participantes dos 3ºs e 4ºs anos da rede municipal e estadual de ensino. A ideia central do desafio foi propagar o conhecimento acerca dos malefícios decorrentes do trabalho precoce, com a consequente quebra de paradigmas sobre velhos jargões, que muitas pessoas, por desconhecimento, ainda apoiam ou fecham os olhos para o trabalho infantil.

Alunos visitando a exposição no Fórum Trabalhista de São José / Foto divulgação

A mostra está em exposição no Hall do Fórum Trabalhista de São José, localizado na Beira Mar, próximo a Prefeitura Municipal de São José, contendo as produções dos alunos finalistas do desafio. Além disso, as 36 obras premiadas irão percorrer todos os municípios que participaram do concurso, sendo eles Araquari, Blumenau, Brusque, Chapecó, Criciúma, Joinville, Lages, Rio do Sul, São José, São Miguel do Oeste, Videira e Xanxerê.

Fonte: UNDIMESC, com colaboração da SME de São José.