Seminário Residência Pedagógica lança programa para universalizar a iniciação à docência

Seminário Redidência Pedagógica (1)

Abertura do Seminário Residência Pedagógica, em São Paulo/SP. Foto: Luana Costa de Córdova – Undime/SC.

Com objetivo de discutir as estratégias que deram origem ao novo programa de formação de professores, do Ministério da Educação (MEC), realiza-se nesta quinta-feira (14), no Hotel Markrsoud Plaza Hotel, na capital paulista, o Seminário Residência Pedagógica.

O evento traz dois painéis para debates: “A prática docente em diferentes perspectivas” e “Experiências de residência”, nos quais irão tratar de temas relevantes para o programa como o Pibid; Programa Bolsa Estágio da Secretaria de Educação do Estado do Espírito Santo; Experiências de residência da UNIFESP, UNESP e SESI; além das contribuições do diretor de Formação de Professores da Educação Básica (DEB/CAPES); da consultora da Secretaria Executiva do Ministério da Educação (SE/MEC) e Diretoria de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica (SEB/MEC).

Além das autoridades que compõe a programação do Seminário estão presentes, representando a Undime-SC, o presidente Roque Antônio Mattei, também dirigente Municipal de Educação de Joinville/SC, e a secretária executiva da instituição, Luana Costa de Córdova, atentos as novidades deste novo formato que atenderá milhares de professores em todo país.

O programa Residência Pedagógica pretende universalizar o estágio de formação docente como característica de todos os cursos de licenciatura. A previsão é que sejam ofertadas cerca de 80 mil vagas já em 2018.

 

Por Bruna Carvalho
Undime-SC